O Verdão na segunda colocação do campeonato, VAR, clássico paulista e caso de preconceito protagonizam a rodada do Campeonato Brasileiro.
por
Gustavo Pereira
|
23/05/2022 - 12h

O Brasileirão chega a sua sétima rodada. O fim de semana trouxe alívio para os flamenguistas, empolgação para os torcedores do Palmeiras e tranquilidade para os corintianos, que seguem como líderes do campeonato.

A partida entre Atlético-GO e Coritiba abriu os jogos do final de semana. O time goiano conseguiu sua primeira vitória no campeonato vencendo o Coxa por 2x0. Os gols foram marcados pelo camisa 10 Jorginho e Airton. A vitória convincente do Dragão marcou a estreia de Jorginho (técnico) no comando da equipe. 

Flamengo e Goiás se enfrentaram no Maracanã lotado. O time carioca venceu a partida com o placar mínimo. O gol saiu no primeiro tempo, nos pés de Pedro. A torcida do Mengão compareceu em peso no estádio (51 mil pessoas) e apoiou o time até o fim. Entretanto, insultos contra a diretoria e vaias foram ouvidos no fim do jogo. Essa foi apenas a segunda vitória do time rubro-negro no campeonato. Já o Esmeraldino perdeu sua invencibilidade de três jogos e terminou a rodada na 15° posição. 

Em jogo com boas chances de ambas as equipes, Santos e Ceará terminaram empatados em 0x0. Apesar da partida movimentada, o VAR é quem foi o verdadeiro protagonista. Após a análise do árbitro de vídeo, o gol feito por Léo Baptistão pelo Santos foi anulado, logo após - em outro lance revisado, o jogador do Vozão, Richard foi expulso. O time do litoral Paulista e o cearense reclamaram das decisões da arbitragem. O resultado não foi bom para os dois times, o Peixe ficou na 6° posição da tabela e o Ceará continua na vice-lanterna da competição. 

O Palmeiras venceu fora de casa o Juventude, por 3x0. Os gols foram marcados por Zé Rafael, Rony e Gabriel Menino. O verdão arranca na tabela e já aparece na segunda posição do campeonato. Por outro lado, com essa derrota o time do sul caiu para a zona de rebaixamento. 

Dois jogos na noite de sábado terminaram em 1x1. Na partida entre Cuiabá e Internacional os gols só saíram na segunda etapa. Valdívia (antigo jogador do Inter) fez para o Dourado e De Pena de pênalti empatou para o Colorado. Já no confronto entre América-MG e Botafogo, os gols foram feitos por Aloísio para o Coelho e aos 40 do segundo tempo os cariocas deixaram tudo igual, com Erison.

 

De pena comemora o gol de empate
De pena comemora o gol de empate – Divulgação/Sport Club Internacional

 

Outro jogo que terminou empatado em 1x1, mas no domingo – foi Corinthians e São Paulo na Neo Química Arena. O jogo manteve o tabu de 16 jogos em que o Tricolor não vence o seu rival em Itaquera. Calleri abriu o placar no primeiro tempo para os visitantes. Mas Adson, vindo do banco, empatou. Com o resultado, o Corinthians manteve a liderança do campeonato e o time do Morumbi terminou na terceira colocação. A partida foi protagonizada pelas belas defesas do goleiro alvinegro Cássio, sendo o “craque” do confronto. Entretanto, um acontecimento nas arquibancadas, tentou roubar a cena. A torcida corintiana entoou cantos homofóbicos e a partida ficou paralisada por alguns instantes. O Timão pronunciou-se em nota oficial: “O Corinthians reafirma o repúdio a tal prática. Vale lembrar que o clube alerta continuamente sua torcida, por meio de suas redes sociais e do sistema de som e de telões da Neo Química Arena, para a ilegalidade desses comportamentos inaceitáveis. Fica aqui mais uma vez o pedido à Fiel Torcida para que esses atos não se repitam em nossa arena”.

O Fluminense venceu fora de casa o Fortaleza por 1x0. Apesar do grande volume de jogo apresentado pelos donos da casa, as 23 finalizações não foram suficientes para passar do goleiro Fábio - e em um dos sete chutes tentados pelo Tricolor Carioca, Luiz Henrique marcou. Com o placar mínimo o Fluzão consegue mais uma vitória sob o comando do técnico Fernando Diniz, já o Leão do Pici amarga a última colocação do campeonato.

 

Luiz Henrique e Yago comemoram o gol da vitória do Fluminense
Luiz Henrique e Yago comemoram o gol da vitória do Fluminense – Mailson Santana/Fluminense FC

 

O confronto que fechou a rodada foi entre Athletico-PR e Avaí. Terans marcou duas vezes para o Furacão e Pottker diminuiu para o Leão. Final de jogo, Athletico 2, Avaí 1.

 

Rodada 8

 

Sábado (28/05)

Goiás x Bragantino - 16:30 hrs

São Paulo x Ceará - 19:00 hrs

Fortaleza x Juventude - 20:30 hrs

 

Domingo (29/05)

Santos x Palmeiras - 16:00 hrs

Coritiba x Botafogo - 16:00 hrs

Fluminense x Flamengo - 18:00 hrs

Corinthians x América-MG - 18:00 hrs

Cuiabá x Athletico-PR - 18:00 hrs

Atlético-MG x Avaí - 19:00 hrs

Internacional x Atlético-GO - 20:00 hrs

 

Segunda (30/05)

Internacional x Atlético-GO - 20:00 hrs

Detalhes, expectativas e tudo mais sobre as Finais da Conferência Leste.
por
Ivan Marino Iannace
|
21/05/2022 - 12h

Na quinta-feira, dia 19/05, no jogo 2 das finais de Conferência Leste da NBA, liga de basquete norte-americana, o tradicionalíssimo Boston Celtics roubou o mando de quadra com uma expressiva vitória de 102 x 127 em cima do primeiro colocado da conferência, o Miami Heat, time até então invicto em casa nessa pós-temporada.

Diferente do jogo 1 da série de sete, a equipe do Celtics contou com a volta de dois jogadores essenciais para o elenco. O primeiro foi o de Marcus Smart, eleito o defensor do Ano, que se recuperava de uma lesão.

E também, o retorno do pivô dominicano Al Horford, que ficou fora do jogo anteior devido aos protocolos de saúde e segurança da liga contra o COVID-19.

Com a presença do quinteto titular do Celtics, a partida foi definida ainda no primeiro quarto. 

O time visitante teve uma incrível arrancada de 17 pontos em sequência, conseguindo converter 9 de 11 tentativas do perímetro. No segundo quarto foi a hora de Jayson Tatum, estrela do time de Boston, brilhar, anotando mais 17 pontos, o que resultou em uma vantagem de 25 (70 x 45) sobre o Heat.

 

Destaques da partida

Para a equipe de Miami, o destaque ficou por conta do craque Jimmy Butler, que anotou 29 pontos e ajudou seu time, no que foi possível, após ter liderado com 41 pontos e 9 rebotes no jogo 1 da série. Vale também destacar o armador Gabe Vincent, que contribuiu com 14 pontos, sendo 3 bolas triplas, indo além da sua média de 8,7 pontos na temporada regular.

Quanto ao time visitante, o destaque foi Marcus Smart, que voltou para esse jogo depois de uma lesão no pé direito sofrida ainda no jogo 7 contra o Milwaukee Bucks. O armador teve uma grande partida, flertando com um triplo-duplo, obtendo 24 pontos, 9 rebotes, 12 assistências e 3 roubadas de bola. Jayson Tatum e Jaylen Brown também foram destaques com 27 e 24 pontos, respectivamente.

 

Expectativas para o próximo jogo

Após a derrota, o time de Miami deve se preparar melhor contra as bolas de 3 pontos da equipe de Boston. No jogo 2, foram 20 tentativas convertidas, com um ótimo aproveitamento de 50%. Na série anterior, pelas semifinais contra Milwaukee Bucks, o mesmo aconteceu, isto é, no jogo 7 a equipe anotou 22 de 55 tentativas convertidas do perímetro, a maior quantidade na história de um jogo 7. 

Da mesma forma que a equipe precisa se defender da bola de 3pontos, também precisa investir nesse estilo de jogo no ataque. Ao somar o jogo 1 e o jogo 2, foram apenas 20 bolas triplas realizadas em 64 tentativas. O Heat possui jogadores como Duncan Robinson, Tyler Herro, P.J. Tucker (dúvida na escalação para o jogo 3), Max Strus, Gabe Vincent e Victor Oladipo, todos com total condição para converter mais do que isso no perímetro. Trata-se de um time com artilharia pesada. 

Por fim, acredita-se que o pivô Bam Adebayo vá ter maior volume de jogo, visto que um jogador como ele precisa atuar mais no ataque e ajudar Jimmy Butler na pontuação.

A equipe do Celtics terá o mando de quadra no próximo jogo. O time vem embalado de uma ótima partida, tanto nessa série quanto na passada, realizando, ao jogar em casa, uma grande vitória em cima do campeão da última temporada. 

Espera-se que o time continue com essa pressão nas bolas de 3, arremesso que tem sido seu carro chefe, juntamente com a sua defesa, liderada por Smart e companhia. No geral, o estilo de jogo tende a ser similar ao que fez contra os Bucks e os Nets (varridos na primeira série): situações de drive and kick (infiltrações praticadas, muitas vezes, por Smart ou Tatum) possibilitam o passe para alguém livre na linha de 3 pontos; jogadas de isolation com Tatum e Brown; jogada clássica da equipe, em que a bola é rotacionada até achar alguém em condição de arremesso ou uma fácil bandeja debaixo do aro. 

Na defesa, o Defensor do Ano, Marcus Smart, irá tentar frear o máximo possível o Jimmy Butler, que com certeza irá para Boston com a missão de roubar esse mando de quadra a qualquer custo, tentando cavar faltas nas infiltrações e nos arremessos, como conseguiu fazer muito bem no jogo 1.

Em rodada decisiva, os brasileiros conseguiram resultados importantes para continuar na luta pela classificação.
por
Lucas G. Azevedo
|
20/05/2022 - 12h

Finalizada nesta quinta-feira (19), a quinta rodada das competições continentais da Conmebol, se tornou decisiva para os clubes brasileiros. Enquanto alguns garantiram a classificação para a próxima fase, outros ganharam mais uma chance de lutar pela permanência nas competições.


LIBERTADORES DA AMÉRICA


O Palmeiras já estava com o primeiro lugar do grupo A garantido e recebeu o Emelec (EQU) com uma equipe mista. O atual campeão fez o dever de casa e venceu por 1 a 0 com gol do recém convocado Danilo. O Porco mantém 100% de aproveitamento na competição e jogará sem preocupações a última partida da fase de grupos.


No grupo B, o Atlhetico-PR corria risco de eliminação e recebeu o Libertad (PAR) precisando somar 3 pontos. O Furacão venceu por 2 a 0 - gols de Canobbio e Cuello - e chega à última rodada dependendo apenas de si para se classificar.


O Red Bull Bragantino recebeu o Estudiantes (ARG), mas não conseguiu a vitória. Os argentinos queriam garantir a classificação e conseguiram ao vencer por 1 a 0 - gol de Del Prete. O Massa Bruta chega a sexta rodada com a disputa pela segunda vaga do grupo C em aberto, precisando ir bem para sonhar com a próxima rodada.


O Atlético-MG carimbou a sua classificação ao vencer o Independiente del Valle (EQU) por 3 a 1. Hulk (2x) e Sávio marcaram para o galo e Vargas Leon descontou para os equatorianos. No mesmo grupo, o América-MG precisava vencer para se manter vivo na luta pela classificação. Infelizmente o Coelho apenas empatou em 2 a 2 contra o Tolima (COL) e foi eliminado. Marlon e Iago Maidana, de pênalti, marcaram para a equipe mineira. Os jogadores Plata e Rangel fizeram pelos colombianos.

Jogadores do Galo comemoram gol marcado. Foto: Pedro Souza/Atlético-MG.
Jogadores do Galo comemoram gol marcado. Foto: Pedro Souza/Atlético-MG.


A partida entre Boca Juniors e Corinthians na La Bombonera foi recheada de decisões polêmicas da arbitragem. As duas equipes reclamaram bastante após o apito final e o volante Cantillo, do Corinthians, foi expulso durante uma confusão generalizada entre as duas equipes. No placar tudo igual - 1 a 1. Du Queiroz abriu o placar para o Timão e Benedetto empatou para os Xeneizes.


O Fortaleza vivia situação dramática na competição, precisava somar 3 pontos e torcer para o River Plate (ARG) vencer o Colo-Colo (CHI) na outra partida do grupo. No seu jogo, o clube visitou o Alianza Lima (PER) e fez a sua parte - fez 2 a 0 com gols de Moisés e Yago Pikachu. O River Plate também fez a sua parte e o Leão agora depende apenas de si para se classificar.


O Flamengo também precisava garantir a sua classificação e fez o dever de casa. O Rubro-Negro recebeu a Universidad Catolica (CHI) e levou os pontos sem grandes difiuldades - 3 a 0. Willian Arão, Everton Ribeiro e Pedro fizeram os gols da vitória.


COPA SUL-AMERICANA


O Cuiabá visitou o River Plate (URU) em um jogo de eliminados e venceu por 2 a 1. André Luiz (2x) marcou para o Dourado e Walter Clar descontou para os uruguaios.


Na Vila Belmiro o Santos recebeu o Unión La Calera (CHI) e precisava vencer no confronto direto para chegar à última rodada dependendo apenas de si para se classificar. Em noite heroica e de grande atuação do goleiro João Paulo, o Peixe venceu por 1 a 0 com gol de Lucas Barbosa aos 102 minutos de jogo. Durante troca de agressões com um jogador adversário, Léo Baptistão recebeu o cartão vermelho e desfalcará a equipe na próxima partida.


No grupo D, o São Paulo carimbou a classificação ao vencer o Jorge Wilstermann (BOL) no Morumbi. O Tricolor venceu por 3 a 0 - gols marcados por Rodrigo Nestor (2x) e Patrick - sem nenhuma dificuldade e jogará a última rodada apenas para cumprir tabela.


O Internacional recebeu o Independiente Medellin (COL) e não sofreu dificuldades em momento algum. O Colorado venceu por 2 a 0 de forma tranquila com gols de Edenilson. A partida ficou marcada pela comemoração do volante. O jogador fez um gesto anti-racista após marcar pela segunda vez - em referência a acusação de injúria racial realizada na última rodada do Brasileirão durante partida contra o Corinthians.

Edenilson comemorando com gesto anti-racista/Foto: Twitter Internancional
Edenilson comemorando com gesto anti-racista. Foto: Reprodução/Sport Club Internacional.


Pelo grupo F, o Atlético-GO enfrentou o Antofagasta (CHI) em casa e aproveitou a chance para assumir a primeira colocação do grupo. Jorginho marcou logo no início para o Dragão e garantiu a vitória por 1 a 0. Mesmo num grupo complicado, os goianos chegaram à última rodada precisando apenas vencer para se classificar.
No Castelão, o Ceará atropelou o General Caballero (PAR) e conquistou pontos importantes. o Vozão aplicou um sonoro 6 a 0 - gols de Wescley, Cleber Bomfim (2x), Mendoza (2x) e Zé Roberto - e precisa apenas de um empate para chegar às oitavas de final.


O Fluminense apenas empatou sem gols contra o Unión Santa Fe (ARG) e se complicou. Para se classificar, o tricolor precisa vencer por 6 a 0 na última rodada e torcer por um empate sem gols na outra partida do grupo.
As competições continentais voltam já na próxima semana para definir os classificados para as oitavas de final. Confira os confrontos:


LIBERTADORES DA AMÉRICA


Nacional (URU) X Red Bull Bragantino - 24/05 às 19:15h.
Palmeiras x Deportivo Táchira (VEN) - 24/05 às 21:30h.
Flamengo x Sporting Cristal (PER) - 24/05 às 21:30h.
Colo-Colo (CHI) x Fortaleza - 25/05 às 19:00h.
Independiente del Valle (EQU) x América-MG - 25/05 às 21:00h.
Atlético-MG x Tolima (COL) - 25/05 às 21:00h.
Atlhetico-PR x Caracas (VEN) - 26/05 às 19:00h.
Corinthians x Always Ready (BOL) - 26/05 às 21:00h.


COPA SUL-AMERICANA


Santos x Banfield (ARG) - 24/05 às 19:15.
LDU (EQU) x Atlético-GO - 24/05 às 21:30h.
Internacional x 9 de Outubro 9 (EQU) - 24/05 às 21:30h.
São Paulo x Ayacucho (PER) - 25/05 às 19:15h.
Independiente (ARG) x Ceará - 25/05 às 21:30h.
Melgar (PER) x Cuiabá - 26/05 às 19:15.
Oriente Petrolero (BOL) x Fluminense - 26/05 às 21:30h.


 

Times mandantes protagonizam fim de semana marcado por polêmicas de arbitragem e denúncia de racismo.
por
Matheus Marcolino
|
16/05/2022 - 12h

Encerrada neste domingo (15), a 6ª rodada do Brasileirão chegou ao fim com domínio dos times mandantes e sem mudanças na ponta da tabela, já que o Corinthians, mesmo sem vencer, manteve-se na liderança. Na parte de baixo, o Flamengo passou a beirar a zona de rebaixamento após sofrer empate no apagar das luzes. 


Ceará e Flamengo abriram a rodada no sábado (14) com um empate eletrizante em 2 a 2 no Castelão. O Rubro-Negro esteve à frente do placar duas vezes na partida, liderando com dois gols de Willian Arão (com assistências de Arrascaeta); resiliente, o Vozão chegou ao empate nos acréscimos do jogo, após cobrança de falta de Nino Paraíba. O resultado foi ruim para os dois times: o alvinegro cearense tem três pontos e, com um jogo a menos, ocupa o Z4; já o Fla soma seis pontos em seis partidas, e figura na 16ª posição (a primeira acima da zona da degola).


O líder Corinthians visitou o Beira Rio e trouxe um ponto na bagagem com o empate em 2 a 2 contra o Internacional, 11º colocado. O jogo, muito movimentado, não será lembrado pelos quatro gols marcados (Alan Patrick e Wanderson, para o Inter; Raul Gustavo e Jô, para o Timão), e sim pela denúncia de racismo feita pelo colorado Edenilson contra o corinthiano Rafael Ramos. 


De acordo com o volante do clube gaúcho, o lateral português teria lhe chamado de “macaco” durante discussão no 2º tempo; Ramos, autuado em flagrante pela justiça do RS, nega a injúria racial. O Corinthians promete aguardar o desenrolar das investigações do caso. 

 

Alan Patrick, do Inter, comemora gol
Alan Patrick vibra ao marcar o primeiro gol de seu retorno ao Internacional. Foto: Reprodução/Sport Club Internacional


Botafogo e São Paulo, novos integrantes do G4, foram os maiores vencedores da rodada. Com gols de Erison, Patrick de Paula e Daniel Borges, o Glorioso venceu o Fortaleza por 3 a 1, de virada, e chegou aos 11 pontos no Brasileirão (Moisés marcou para o Leão). Também de virada, o Tricolor Paulista venceu o Cuiabá por 2 a 1 no Morumbi, com gols de Calleri e Nikão, e assumiu a terceira colocação. A equipe visitante sentiu-se prejudicada pela arbitragem e reclamou da marcação do pênalti que empatou a partida para o São Paulo.


Soberanos, os times mandantes venceram sete dos dez jogos realizados no fim de semana - Fluminense e Coritiba foram dois dos felizardos. Com dois gols de Germán Cano, o Tricolor das Laranjeiras derrotou o Athletico-PR no Maracanã e chegou ao quarto jogo invicto sob o comando de Fernando Diniz. Jogando no Couto Pereira, bastou o placar mínimo de 1 a 0 para o Coxa levar três pontos da partida contra o América-MG. O gol foi marcado por Andrey. 


Tidos como favoritos ao título antes do início do Brasileirão, Palmeiras e Atlético-MG também venceram e subiram na classificação. O Galo ganhou do Atlético-GO por 2 a 0 no Mineirão (com gols de Hulk e Marlon Freitas, contra) e, com 12 pontos e um jogo a mais, ocupa a vice-liderança; 2 a 0 também foi o resultado da vitória do Verdão sobre o Red Bull Bragantino no Allianz Parque - Danilo e Raphael Veiga, de pênalti, foram os responsáveis pelos gols alviverdes. O time de Abel Ferreira ocupa agora a 9ª colocação do campeonato.

 

Hulk, do Atlético-MG, comemorando gol
Hulk comemora o 2º gol do Galo contra o Atlético-GO. Foto: Pedro Souza/Atlético


O Avaí foi o único derrotado em seus próprios domínios. Mesmo vendo o Juventude perder dois de seus jogadores (Chico Kim e Paulinho Moccellin foram expulsos), o clube catarinense não foi páreo para o adversário e perdeu por 2 a 1 na Ressacada. Os gols foram de Óscar Ruiz e Vitor Mendes (Juventude), além de Guilherme Bissoli (Avaí). 


No Serra Dourada, Goiás e Santos fecharam a rodada - e o Peixe não teve muitos motivos para sorrir após a derrota por 1 a 0. Elvis, de pênalti, marcou o gol do triunfo do time goiano, que se distanciou da zona de rebaixamento; “estacionado” nos 10 pontos, o Peixe caiu do 2º para o 5º lugar.


Marcada para o próximo fim de semana, a 7ª rodada do Brasileirão terá nove partidas - já que, em jogo adiantado disputado 11/05, Bragantino e Atlético-MG empataram por 1 a 1. Confira os confrontos:

 

Sábado (21/05)
Atlético-GO x Coritiba
Flamengo x Goiás
Santos x Ceará
Juventude x Palmeiras
América-MG x Botafogo
Cuiabá x Internacional

Domingo (22/05)
Corinthians x São Paulo
Fortaleza x Fluminense
Athletico-PR x Avaí
 

Na penúltima convocação antes da Copa do Mundo no Catar, Tite mostra que há poucas lacunas a serem preenchidas na seleção.
por
Matheus Monteiro da Luz
|
15/05/2022 - 12h
Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Na última quarta-feira (11) o técnico Tite anunciou a penúltima convocação para os amistosos contra as seleções da Coreia do Sul e do Japão, nos dias 02 e 06 de junho, em Seul e Tóquio, respectivamente. Estes são os últimos testes da seleção para a Copa do Mundo no Catar, marcada para novembro de 2022.

Foram 26 nomes convocados e sem muitas surpresas. A principal novidade foi o nome de Danilo, volante de 21 anos do Palmeiras, que teve sua primeira convocação para a seleção principal. 

Duas ausências sentidas e criticadas nas redes sociais foram as de Hulk, atacante do Atlético-MG, e Raphael Veiga, meio-campo do Palmeiras. Ambos vem de temporadas espetaculares tendo conduzido seus times a títulos do Campeonato Brasileiro e Libertadores, respectivamente. Veja a lista:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Éderson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais: Alex Sandro (Juventus), Alex Telles (Manchester United), Daniel Alves (Barcelona), Danilo (Juventus) 

Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Gabriel Magalhães (Arsenal), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea)

Meio-campistas: Bruno Guimarães (Newcastle), Casemiro (Real Madrid), Danilo (Palmeiras), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Aston Villa) 

Atacantes: Gabriel Jesus (Manchester City), Gabriel Martinelli (Arsenal), Matheus Cunha (Atlético de Madri), Neymar (PSG), Raphinha (Leeds), Richarlison (Everton), Rodrygo (Real Madrid)


Entre os goleiros, Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras) foram convocados novamente, confirmando a boa fase. O trio conta com a confiança de Tite e tem grande chance de figurar na lista final para a Copa. 

Os zagueiros parecem ser uma posição em que o técnico da seleção também já tem uma definição para o Mundial. Há resquícios de dúvida apenas no quarto nome que provavelmente será ocupado Gabriel Magalhães, zagueiro do Arsenal, um dos convocados desta quarta-feira (11).

Carolina Araujo/Palmeiras.com
Carolina Araujo/ Palmeiras.com

As laterais seguem sendo um ponto de incógnita nas convocações do Brasil, no lado direito Danilo, que vem sendo titular nos últimos jogos da seleção e com atuações sólidas na Juventus, parece ser o nome mais consolidado. A convocação do lateral-direito Daniel Alves foi bastante contestada. Aos 39 anos, nesta temporada, o experiente lateral até possui lampejos de futebol e muita inteligência dentro de campo, seu fisico entretanto já não acompanha o ritmo exigido para uma partida de alto nível.

Na lateral-esquerda o cenário é mais animador. Com Alex Sandro como titular, a disputa da segunda vaga fica entre Guilherme Arana, eleito o melhor da posição no último campeonato brasileiro. Alex Telles, que está em baixa no Manchester United, parece ter a confiança de Tite e também figura entre os cotados. Fora da convocação, o nome de Renan Lodi (Atlético de Madrid) também é uma opção para a posição. 

Apesar de ter surpreendido trazendo Danilo, o jovem volante vem para ganhar ambientação na seleção, tendo vida dura para ganhar a posição no time titular. Fabinho vem de lesão e não agradou muito a torcida pela sua convocação. Fred e Casimiro dispensam quaisquer comentários, titulares absolutos com Tite, os volantes seguem em destaque em seus clubes. Ambos são favoritos e têm presença quase garantida no mundial de novembro.

Mais uma vez convocado, Bruno Guimarães vem de boas atuações no Newcastle, tendo impacto imediato no rendimento da equipe inglesa, ajudando a evitar o rebaixamento na Premier League. Na seleção, aproveitou as oportunidades em seis jogos, duas delas como titular e tendo participado de 4 gols, a seu favor pesa sua versatilidade nas funções de meio-campo.

Para a armação, Tite convocou Phillipe Coutinho e Lucas Paquetá. Antes, carta fora do baralho, Coutinho contou com a confiança de Tite na seleção e recuperou parte de seu bom futebol no Aston Villa no seu retorno à Premier League. Paquetá é outro nome consolidado, com uma temporada digna de aplausos pelo Lyon, o que torna praticamente certa sua ida ao Catar vestindo a amarelinha.

Já no ataque há mais espaço para debate. Com Anthony fora por lesão, Gabriel Martinelli ganhou uma oportunidade para mostrar a Tite que está pronto para a Copa, já que no Arsenal oscila entre boas atuações e períodos no banco de reservas. Entre os atacantes convocados e inquestionáveis estão Neymar, Vinicius Junior e Raphinha. 

Foto: Divulgação/Arsenal
Foto: Divulgação/Arsenal
​​​​​​

Gabriel Jesus é outro que parece não ter contestação, um jogador de confiança de Tite que elogia o seu papel para o funcionamento tático da equipe. Apesar dos diversos questionamentos sobre a falta de gols vestindo a camisa 9 da seleção, Jesus teve destaque nessa reta final de temporada pelo City.

Matheus Cunha, apesar de ser uma opção muito interessante, caso se faça necessário um camisa 9 de ofício, não é presença garantida e ainda sofre para aproveitar suas chances com a camisa verde e amarela.

Rodrygo vinha ganhando minutos nos últimos jogos da seleção e suas atuações decisivas pelo Real Madrid, em especial a atuação de gala contra o Manchester City na semifinal da Champions League, contribuem ao seu favor. 

Richarlyson é a aposta de Tite para ocupar a vaga de centroavante tão carente na seleção. Apesar de não ser um centroavante clássico, tem um bom jogo dentro da área e tem a versatilidade de poder jogar pelos lados do campo. Apesar da concorrência de Gabriel Barbosa (Flamengo) e Roberto Firmino (Liverpool), deve ser um dos convocados da lista final de Tite, mas precisa mostrar serviço nas oportunidades que tiver.

Vale lembrar que o jogo entre Argentina e Brasil, em Melbourne, na Austrália, no dia 12 de junho, foi desmarcado na última hora pelos argentinos.O clássico sul-americano 
ainda será realizado em setembro em partida valida pela eliminatórias.

O meio de semana teve a terceira fase da Copa do Brasil, marcada pela classificação dos favoritos, goleadas e disputas de pênaltis. Além do belo jogo antecipado do Brasileirão entre o Bragantino e o Atlético-MG.
por
Gustavo Pereira
|
13/05/2022 - 12h

A terceira fase da Copa do Brasil teve uma chuva de jogos nesse meio de semana - 14, ao todo. Os times da série A foram maioria entre os classificados, não dando chance para “zebras”. Dos 14 que já estão nas oitavas da competição, 12 disputam a primeira divisão nacional. Atlético e Braga, que jogaram pelo Brasileirão (partida antecipada da 7ª rodada do campeonato) na quarta-feira, tiveram suas partidas pela Copa do Brasil adiadas para os dias 22 e 31 desse mês, respectivamente.

 

Veja agora o resumo dos jogos da semana:

 

Terça-feira - 10/05

 

América-MG 2 x 0 CSA (AGREGADO: 5X0)

Na noite de terça-feira, o jogo entre América Mineiro e CSA abriu os jogos de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Com um belo resultado conquistado na partida de ida (3x0), o Coelho soube administrar e venceu novamente o time alagoano. Com um bonito gol de Índio Ramírez logo nos minutos iniciais, o clube mineiro sofreu pouca pressão na primeira etapa. Já no segundo tempo o Azulão conseguiu boas oportunidades para fazer o gol, mas quem marcou novamente foi o América, com Rodriguinho. Com agregado de 5x0 o Coelho se classificou para as oitavas de final do campeonato.

 

Azuriz 1 (3) x (4) 1 Bahia (IDA: 1X1 – Vitória nos pênaltis do Bahia 4X3)

Em jogo acirrado e decidido nos pênaltis, Azuriz e Bahia se enfrentaram em Pato Branco, Paraná. Com resultado de 0x0 na primeira partida, ambas as equipes estavam com possibilidades reais de classificação. O time da casa abriu o placar com um “chutaço” de fora da área de Wanderson. O time nordestino empatou no segundo tempo. A partir do erro do goleiro Caio, a bola sobrou sozinha para Marcelo Ryan fazer o gol. Na disputa de pênaltis, o time do sul do país acertou duas vezes a trave e o Esquadrão de Aço saiu vitorioso. O total nos penais ficou 4x3 para o tricolor.

 

Time do Bahia posicionado para a disputa de pênaltis
Time do Bahia posicionado para a disputa de pênaltis - Foto: Bruno Queiroz/EC Bahia 

 

Athletico-PR 4 x 0 Tocantinópolis (AGREGADO: 9X2)

O Furacão enfrentou o Tocantinópolis em casa, após vencê-lo na partida de ida por 5x2. O Athletico voltou a golear a equipe do centro-oeste brasileiro. Os mandantes tiveram amplo domínio do jogo e aplicaram uma goleada de 4x0 sobre a equipe visitante. Os gols foram marcados por Hugo Moura, Khellven e Pablo, duas vezes. O confronto foi marcado também pela estreia do técnico Felipe Scolari no comando do time paranaense.

 

Quarta-feira - 11/05

 

Juazeirense 1 x 2 Palmeiras (AGREGADO: 2X4)

O Palmeiras confirmou o favoritismo e venceu novamente o Juazeirense pelo mesmo placar do jogo da ida. O recém convocado Danilo, anotou o primeiro gol do time alviverde na partida. A Juazeirense conseguiu empatar com Nildo, mas Raphael Veiga, acertou mais um pênalti - 23º no verdão – e garantiu a vitória do Palestra. No agregado 4x2 para a equipe comandada por Abel Ferreira.

 

Ceará 2 x 0 Tombense (AGREGADO: 4X0)

Ceará garantiu a classificação para as oitavas na Arena Castelão frente ao Tombense. Repetindo o placar do jogo anterior entre eles, o Vozão venceu por 2x0 e já visa a próxima fase da competição. Apesar da vitória, a torcida protestou contra a diretoria e elenco. Tal manifestação é resultado do desempenho ruim da equipe no brasileiro e das atitudes da atual gestão do time cearense.

 

Nino Paraíba ao marcar o segundo gol do Ceará contra o Tombense
Nino Paraíba ao marcar o segundo gol do Ceará contra o Tombense - Foto: Reprodução/Ceará SC

 

Flamengo 2 x 0 Altos (AGREGADO: 4X1)

Com jogo de pouco destaque técnico, o Flamengo venceu o Altos por 2x0 no jogo da volta, disputado em Volta Redonda. Os gols só saíram na segunda etapa, com Gabi de pênalti e com a joia da base rubro-negra, Victor Hugo. No agregado o time da Gávea ganhou por 4x1 e aguarda o sorteio para saber o próximo adversário.

 

Vila Nova 0 x 2 Fluminense (AGREGADO: 2X5)

Na partida de ida, Fluminense e Vila Nova proporcionaram um jogo emocionante para os torcedores, com direito a cinco gols e virada do Flu. Entretanto, no segundo jogo a frequência era outra. O tricolor carioca saiu a frente do placar com gol do artilheiro Cano. Após isso, o Vila Nova até que buscou o empate, mas o time das Laranjeiras soube controlar bem a partida e marcou pela segunda vez, com Luiz Henrique de cabeça. Fim de papo, Fluminense no agregado 4, Vila Nova 2.

 

Corinthians 2 x 0 Portuguesa-RJ (AGREGADO: 3X1)

Com time quase todo reserva, o Corinthians passou pela Portuguesa-RJ sem dificuldades e com apoio da fiel. Apesar das mudanças realizadas no elenco por Vítor Pereira, o Timão conseguiu fazer 2x0 logo no primeiro tempo. O jogador Júnior Moraes marcou o primeiro da partida e o seu primeiro gol vestindo a camisa do time paulista. O segundo do alvinegro foi do Giuliano, destaque em campo com uma assistência e um gol. No segundo tempo o treinador corintiano conseguiu mexer ainda mais no elenco e não sofreu muitos riscos por parte do ataque do time carioca.

 

Cuiabá 0 (3) x (5) 0 Atlético-GO (IDA: 1X1 – Vitória nos pênaltis do Atlético-GO 5X3)

Jogo disputado por duas equipes de série A do campeonato brasileiro, Cuiabá e Atlético-GO se enfrentaram na Arena Pantanal e a classificação foi decidida nas penalidades. Com mais volume de jogo, o time goiano teve também mais oportunidades de abrir o placar, mas falhava na finalização e assim seguiu durante toda a partida, mesmo jogando fora de casa. Já o Dourado se manteve defensivo, procurando os contra-ataques. Os 90 minutos se passaram e o “zero a zero” persistiu. Como no jogo da ida havia sido 1x1, o confronto foi para os pênaltis. Na marca da cal o Dragão finalizou e acertou todas as suas tentativas e com o erro do jogador do Cuiabá, Pepê, o Atlético Goianiense se classificou para a disputa das oitavas de final da Copa do Brasil.

 

Quinta-feira - 12/05

 

EC Vitória 0 x 1 Fortaleza (AGREGADO: 0X4)

O Fortaleza visitou o Vitória, já com a classificação quase garantida, pelo resultado do jogo da ida de 3x0. A partida foi marcada por poucas oportunidades reais de gols. O placar só foi aberto aos 47 minutos do segundo tempo com Yago Pikachu para o Fortaleza. A equipe cearense venceu com agregado de 4x0.

 

São Paulo 2 x 0 Juventude (AGREGADO: 4X2)

Apesar do mando de campo, o São Paulo recebeu o Juventude na Arena Barueri – por conta do show do Metallica que ocorreu na terça-feira no Morumbi. O empate no primeiro jogo deixou a disputa viva para a volta, porém o time gaúcho fez partida fraca e sofreu a derrota. Os gols do tricolor paulista foram marcados por Arboleda e Igor Vinícius. Com o 2x0 no placar, o Ju até que tentou uma reação e acertou a trave. Mas fim de jogo, São Paulo classificado 4 (agregado), Juventude 2.

 

Cruzeiro 1 x 0 Remo (IDA: 2X2 – Vitória nos pênaltis do Cruzeiro 5X4)

O Cruzeiro conseguiu arrancar 1x0 e levou na disputa de pênaltis, com boa participação goleiro Rafael Cabral. Em partida de ida, disputada no Pará, o Remo havia vencido por 2x0 o Cruzeiro. O clube mineiro teria que reverter o placar em sua casa e com apoio da torcida, assim fez. Com gol de Edu, a Raposa levou o jogo para a marca da cal e com bela atuação de seu goleiro, defendendo 4 penalidades máximas, conquistou a classificação para as oitavas da Copa do Brasil – feito que não realizava desde 2019.

 

Santos 3 x 0 Coritiba (AGREGADO: 3X1)

O Peixe recebeu o Coritiba na Vila Belmiro em partida de volta da Copa do Brasil. Apesar de passar o primeiro tempo sem marcar, conseguiu vencer com autoridade o Coxa. Com gols de Marcos Leonardo, Madson e um golaço de Rodrigo Fernández, todos no segundo tempo. O time da baixada fez bela partida e tirou a vantagem que os paranaenses haviam construído no jogo de ida. O Coxa-Branca vive um tabu e não chega nas oitavas da competição desde 2015. Já o time Alvinegro consegue sua 6ª vitória seguida em casa.

 

Marcos Leonardo comemora vitória do Santos FC
Marcos Leonardo comemora vitória do Santos FC - Foto: Ivan Storti/Santos FC

 

Botafogo 3 x 0 Ceilândia (AGREGADO: 6X0)

O Botafogo recebeu o Ceilândia em sua casa e venceu com facilidade por 3x0, repetindo o placar da ida. Os gols foram marcados por Patrick de Paula na primeira etapa e por Matheus Nascimento (duas vezes) no segundo tempo. A partida também teve polêmica em relação a arbitragem - em um lance que envolveu o goleiro do Bota, no qual utilizou a mão fora da área - para o juiz o lance foi normal e não expulsou o jogador. Em outro momento houve um possível pênalti a favor do Fogão não marcado pelo árbitro. Como a Copa do Brasil só irá aderir o uso do VAR nas oitavas, as jogadas não foram revisadas.

 

Campeonato Brasileiro

 

Bragantino 1 x 1 Atlético-MG

Em partida antecipada do Campeonato Brasileiro, válido pela 7ª rodada – Bragantino e Atlético Mineiro fizeram um jogo disputado e com direito a belos gols. O time do interior paulista abriu o placar com Ytalo após cruzamento de Artur. No segundo tempo o Atlético melhorou e chegou ao empate com batida de falta de Nacho Fernández. Ambas as equipes irão jogar pela Copa do Brasil. O Galo jogará no domingo (22/05) às 19:00hrs contra o Brasiliense – a equipe mineira venceu a primeira partida por 3x0. Já o Massa Bruta enfrentará o Goiás às 21:30hrs no dia 31/05. O primeiro confronto terminou com o time de São Paulo vitorioso por 2x1.

 

Oitavas de final da Copa do Brasil

Os classificados para as oitavas da competição recebem um valor de 3 milhões de reais e aguarda o sorteio realizado pela CBF (ainda sem data) para saber os seus adversários. Os jogos da nova fase da Copa do Brasil estão agendados para os dias 22 e 23 de junho (ida); 13 e 14 de julho (volta).

 

 

 

Em rodada sonolenta, os favoritos tropeçam e abrem espaço para surpresas no topo da tabela.
por
Lucas G. Azevedo
|
10/05/2022 - 12h

Finalizada nesta segunda-feira (9), a quinta rodada do Campeonato Brasileiro contou com diversos clássicos e alguns resultados inesperados. O começo da competição expõe o equilíbrio entre as equipes e descarta o favoritismo.

No clássico das multidões, o Atlético-MG - atual campeão - recebeu o América-MG no Independência. O Coelho se vingou da última partida, pela Libertadores, e venceu por 2 a 1. Iago Maidana, de pênalti, e Raúl Caceres marcaram os gols. Nacho Fernández descontou para o Galo. Nos minutos finais, Felipe Azevedo foi expulso e está fora da próxima partida. Com esse resultado, o América-MG chega à 4° posição, enquanto o Atlético-MG está em 7°.

O Athletico-PR recebeu o Ceará na Arena da Baixada, precisando mostrar resultado e cumprindo a lição de casa. O Furacão venceu por 1 a 0, com gol de Abner Vinicius. Terans ainda teve a oportunidade de aumentar a vantagem num pênalti revisado pelo VAR, mas João Ricardo fez uma bela defesa. O Athletico-PR ocupa a 12° colocação, enquanto o Ceará abre a zona de rebaixamento, em 17°.

O Mané Garrincha foi palco para o Clássico da Rivalidade, protagonizado por Flamengo e Botafogo. O Glorioso surpreendeu e venceu por 1 a 0, graças ao gol marcado por Erison. A grande atuação do goleiro Gatito Fernandez e um gol de Gabriel Barbosa anulado de forma polêmica pelo VAR, também mudaram o rumo da partida. O Botafogo sobe para a 8° posição e o Flamengo cai para o 14° lugar.

Erison comemora gol do Botafogo contra o Flamengo - Foto: Vitor Silva/Botafogo.
Erison comemora gol do Botafogo contra o Flamengo - Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Atlético-GO e Goiás se enfrentaram no Clássico Olímpico, que ocorreu no Castelo do Dragão. O visitante marcou logo no 1° minuto com Elvis e não largou o resultado, mantendo o placar de 1 a 0. Henrique Lordeiro, do Verdão, ainda foi expulso na primeira etapa. Com esse resultado, o Goiás escapa da zona do rebaixamento e fica em 16°, sendo uma péssima notícia para o Atlético-GO, que despencou para a vice-lanterna, em 19°.

O Palmeiras tenta reagir no Brasileirão. O Porco enfrentou o Fluminense no Allianz Parque. A partida foi equilibrada e terminou empatada em 1 a 1. Dudu marcou para os donos da casa e Cano deixou tudo igual no fim da partida. A arbitragem novamente foi protagonista, com reclamação dos palmeirenses acerca de um possível pênalti não marcado em cima de Rony. O placar foi ruim para ambos, já que o Alviverde é o 13° colocado e o Tricolor Carioca é o 15°.

O Santos recebeu o Cuiabá na Vila Belmiro e atropelou. Venceu, sem dificuldades, por 4 a 1, com gols de Leo Baptistão, Marcos Leonardo, Brayan Angulo e Rwan. Alesson diminuiu. O Santos assume a vice-liderança do campeonato, enquanto o Cuiabá fica no meio da tabela, em 11°.

Rwan ao marcar o 4° gol do Santos contra o Cuiabá - Foto: Ivan Storti/Santos FC
Rwan ao marcar o 4° gol do Santos contra o Cuiabá - Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Corinthians visitou o Red Bull Bragantino no Nabi Abi Chedid e, apesar da partida ruim, venceu por 1 a 0. O gol da vitória foi marcado por Renato Augusto. O Timão se mantém na liderança e o Red Bull Bragantino fica a apenas um ponto do G4, em 5° lugar.

O Fortaleza recebeu o São Paulo no Castelão com a esperança de reagir e sair da lanterna. Mesmo jogando em casa, conseguiu apenas arrancar um empate por 1 a 1. Luciano abriu o placar para o Tricolor Paulista e Yago Pikachu igualou para o Leão. O Fortaleza se mantém na lanterna, enquanto o São Paulo cai para a 6° colocação.

Juventude e Internacional se enfrentaram no Alfredo Jaconi em condições diferentes na tabela. O placar acabou não sendo bom para nenhum dos lados, terminando em um empate com um gol para cada equipe. Vitão fez o gol do Colorado e Óscar Ruiz empatou no apagar das luzes. Com isso, o Internacional cai para a 9° posição e o Juventude não consegue fugir da zona da degola, ficando em 18°.

Para fechar a rodada, Avaí e Coritiba se encontraram na Ressacada e o resultado foi melhor para os donos da casa, que venceram, de virada, por 2 a 1. Igor Paixão abriu o placar para os visitantes, mas Guilherme Bissoli e Muriqui - ambos de pênalti - reverteram. Assim, o Avaí sobe para uma surpreendente 3° colocação e o Coritiba se mantém exatamente no meio da tabela, em 10°.

A próxima rodada começa apenas no próximo sábado (10), devido ao retorno da Copa do Brasil no decorrer da semana.
 

Em rodada de vários gols, alguns clubes conquistaram avanços pensando em classificação para a fase de mata-mata da Libertadores e da Sul-Americana.
por
Matheus Marcolino
|
06/05/2022 - 12h

 

Finalizada nesta quinta-feira (5), a quarta rodada das competições continentais da Conmebol não foi a mais brilhante para os clubes brasileiros. Abrindo o retorno da fase de grupos, os "brazucas" - que, em sua maioria, jogaram fora de casa - não encantaram, e trouxeram pouco “lucro” da rodada de viagens pela América do Sul.

 

LIBERTADORES DA AMÉRICA
O maior “vencedor” da rodada da Libertadores é, novamente, o Palmeiras. Atual bicampeão da competição, o time comandado por Abel Ferreira garantiu, na última terça (3), o primeiro lugar do grupo A ao golear o Independiente Petrolero (COL) por 5 a 0, jogando nos domínios do adversário. Raphael Veiga (3x), Rafael Navarro e Murilo marcaram os gols. Com 100% de aproveitamento e 12 pontos conquistados, o Verdão “cumprirá tabela” nas últimas duas rodadas.


O Atlético-MG venceu o clássico estadual contra o América e assumiu a liderança do grupo D . Guilherme Arana e Nacho Fernández marcaram para o Galo e Conti descontou para o Coelho em jogo nervoso no Independência. 


Também líder de grupo, o Corinthians empatou jogando fora de seus domínios. Apesar da defesa de Cássio em pênalti perdido por Téo Gutierrez e das muitas chances desperdiçadas no ataque - como Fábio Santos perdendo seu primeiro pênalti pelo clube em mais de oito anos -, o Timão não saiu do 0 a 0 contra o Deportivo Cali (COL). 


Pelo grupo C, o Bragantino empatou em 1 a 1 com o Estudiantes (ARG) em Bragança Paulista (gol de Hurtado) e segue na zona de classificação. O mesmo resultado aconteceu no Castelão, onde o Fortaleza empatou com o River Plate (ARG) com gol marcado por Silvio Romero. Com 4 pontos no grupo F, o Leão do Pici ocupa a 3ª posição e precisa vencer os dois jogos restantes para ter chance de ir às oitavas.


Os destaques negativos da rodada ficaram para Athletico-PR e Flamengo. Enquanto o Mais Querido, fora de casa, apenas empatou por 2 a 2 com o modesto Talleres (ARG), com gol contra de Willian Arão, o Furacão, em noite tenebrosa na altitude elevada, foi goleado pelo The Strongest (BOL). O placar de 5 a 0 a favor dos mandantes acabou culminando na demissão do técnico Fábio Carille, após somente 7 jogos no comando. Felipão foi anunciado como substituto.

 

Willian Arão, cabisbaixo, em jogo do Flamengo
Willian Arão, cabisbaixo, durante empate do Flamengo - Foto: Marcelo Cortes/CR Flamengo

 

COPA SUL-AMERICANA
Pela Sul-Americana, Ceará, Atlético-GO, Fluminense e Santos tiveram motivos para sorrir na rodada. 


O Vozão venceu o fraco Deportivo La Guaira (VEN) e manteve os 100% de aproveitamento no grupo G da copa. Os gols da vitória por 3 a 0 no Castelão foram marcados por Mendoza, Vina e Erick. 

Mendoza comemora gol do Ceará contra o Deportivo La Guaira (VEN) - Foto: Reprodução/Ceará SC
Mendoza comemora gol do Ceará contra o Deportivo La Guaira (VEN) - Foto: Reprodução/Ceará SC


Em jogo complicado no Serra Dourada, o Dragão venceu o Defensa y Justicia (ARG) por 3 a 2 com gols de Marlon Freitas, Shaylon e Ezequiel Unsaín (contra), e assumiu a liderança do grupo.


Na segunda posição de um grupo embolado, o Fluminense venceu um duro desafio no Maracanã. Paulo Henrique Ganso, com um golaço, e Luiz Henrique marcaram no triunfo por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla (COL), que descontou com o ex-palmeirense Miguel Borja. Já o Peixe, comandado por Fabián Bustos, suportou a pressão da Universidad Católica (EQU) e venceu com um gol de Rwan, marcado nos acréscimos da partida. Com o resultado positivo, o clube da Baixada chegou a 7 pontos e colou na líder Unión La Calera (que tem 8).


Em jogo sonolento, os reservas do São Paulo ficaram no 0 a 0 contra o Everton (CHI) e seguem na liderança do grupo D da Sula. O Internacional também não venceu nesta rodada. O gol de Wanderson garantiu o empate, fora de casa, do Colorado contra o Guaireña (PAR), que mantém a equipe de “Cacique” Medina na briga pela classificação. 


O único revés brasileiro veio do Centro-Oeste. Na Arena Pantanal, o Cuiabá não foi páreo para o Racing (ARG) e foi derrotado, de virada, por 2 a 1. O resultado eliminou a equipe mato-grossense da competição, já que, na fase de grupos da Sul-Americana, apenas o primeiro colocado avança para o mata-mata. 


Os times voltam a campo pelas fases de grupos continentais daqui a duas semanas. A quinta rodada se iniciará, tanto na Libertadores quanto na Sula, no dia 17 de maio (terça-feira). 
 

Com mais uma campanha de destaque, Brasil se consolida no FPS
por
Gabriel Tuma
Maria Luiza Costa
Sara Gouvêa
|
03/05/2022 - 12h

Com a pandemia diversos jogos surgiram e tornaram-se parte essencial na vida de milhares de jovens, principalmente, o Valorant que foi lançado em junho de 2020, fabricado pela Riot Games, virando um fenômeno na comunidade. 

Entre os dias 10 a 24 de abril de 2022, 12 equipes disputaram o Mundial de Valorant, que aconteceu na Islândia. O campeonato contou com duas equipes brasileiras, e acabou tendo uma delas como vice-campeã do mundo. Escute aqui o podcast "O espaço do Brasil no Mundial de Valorant".

 

 

As equipes devem inscrever-se até o dia 17 de maio no site oficial da ONG PDMIG.
por
Gustavo Pereira
|
26/04/2022 - 12h
Imagem de divulgação do início das inscrições para a "Copa dos refugiados e Imigrantes" - Foto: ONG Pacto Pelo Direito de Migrar
Imagem de divulgação do início das inscrições para a "Copa dos Refugiados e Imigrantes" - Foto: ONG Pacto Pelo Direito de Migrar

Após três anos de paralisação por conta da pandemia, a “Copa de Refugiados e Imigrantes” está de volta. Os capitães ou representantes das equipes interessadas em participar do torneio devem responder o formulário disponibilizado no site oficial da ONG Pacto pelo Direito de Migrar até o dia 17 de maio de 2022. A inscrição para o campeonato é gratuita. 

O que é a “Copa dos Refugiados e Imigrantes”? 

Criada em 2014 pela ONG PDMIG, o campeonato já conta com 6 edições e é atualmente apoiada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, ACNUR, Cruz Vermelha Brasileira, OIM (Organização Internacional para as Migrações) e da SJMR (Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados Brasil). Apesar do início humilde, há oito anos, em um campo improvisado no bairro do Glicério, a Copa já atinge grandes proporções. Um exemplo disso foi a última edição realizada em 2019, dividida em etapas regionais com mais de 1200 atletas e disputada em 5 estados diferentes: Recife, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, além do Distrito Federal. Na etapa de São Paulo a final ocorreu no histórico Estádio do Pacaembu. 

O principal objetivo desse projeto é promover a integração dos imigrantes e refugiados por meio do futebol e das oficinas que acontecem no evento, além de gerar o protagonismo destes na sociedade brasileira. 

Como irá funcionar o campeonato? 

A 7ª edição terá um alcance ainda maior, sendo disputada em dois países: No Brasil, com jogos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Distrito Federal e em Buenos Aires, capital da Argentina. 

A “Copa dos Refugiados e Imigrantes” terá início no mês de setembro com o seguinte formato: A primeira fase será dividida em nível local, como na edição anterior; na segunda etapa, os vencedores de cada estado disputarão o nacional e, por fim, o campeão brasileiro enfrentará o vitorioso da Copa Argentina. 

A premiação é muito mais do que um troféu, como diz o presidente da ONG PDMIG, Jean Katumba, “O principal prêmio do campeão é a união, a confraternização e a celebração da nossa causa de imigração, é isso que vale. Não tem taça como a Copa do Mundo, mas tem taça da solidariedade e da conquista de nossa nova vida em um país que não é nosso”. 

O evento não se baseia apenas nos jogos. Acontecerão simultaneamente feiras culturais, oficinas e a “Corrida Coração Acolhedor”. 

Qual a importância de ter um evento como esse? 

Para Luiz Fernando Godinho, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), a Copa “chama a atenção primeiro para a situação das pessoas refugiadas no Brasil, para a integração deles com a cultura nacional representada por meio do futebol e é também um momento de demonstrar que as pessoas refugiadas são capazes de organizar eventos. Elas têm suas capacidades e sua interação com a comunidade onde elas vivem”.  

Luiz ainda comenta sobre a importância do esporte como um todo para os refugiados e imigrantes: “Por um lado o esporte é uma maneira de retomar uma certa normalidade da vida das pessoas. É uma atividade de lazer que contribui para reduzir o estresse e para aliviar um pouco do sofrimento dessas pessoas, além de um mecanismo de socialização muito forte, tanto para pessoas refugiadas, quanto entre elas e as nacionais. No caso do Brasil, o futebol é uma tremenda ferramenta de integração”, concluiu. 

Expectativa para o retorno 

Após uma paralisação de três anos, os organizadores estimam que o campeonato terá 1520 atletas. Katumba se diz esperançoso com o retorno: “Depois dessa paralisação da pandemia queremos retomar tudo, para tentar sensibilizar e acabar com essa xenofobia que cada vez mais cresce dentro da sociedade”, afirmou.